Safari no Kruger, África do Sul

Safari no Kruger.
Fazer um Safari está na lista dos sonhos de muitos viajantes. E não é à toa, pois é uma experiência muito marcante e significativa.

Para realizar esse sonho escolhemos o safari no  Kruger https://www.sanparks.org/parks/kruger/, Parque Nacional na África do Sul. Esse parque fica ao norte de Johanesburgo e tem muitas formas de conhecê-lo.

Sobre o safari no Kruger

O Parque Nacional Kruger tem 19,633 km², isso mesmo: é ENORME!!! Andamos (de carro óbvio) por mais de 3 dias e não vimos nem metade  do parque(e a vontade era de ficar mais).

Mapa do parque. Fonte: site oficial

O passeio pelas estradas do parque em busca de encontrar os animais chame-se GAME. E os animais mais famosos fazem parte do BIG FIVE, os 5 animais mais difíceis de caçar: búfalo, elefante, leopardo, leão, rinoceronte.

Para fazer o safari no Kruger use seu próprio carro (self drive). Isso mesmo, você faz o game com seu veículo (sempre com portas e vidros fechados, não é permitido descer do veículo). Nós alugamos o carro em Johanesburgo. Se você tiver o sonho de fazer naquelas caminhonetes abertas você pode contratar o passeio.

Na entrada do parque o guarda explica as principais regras do local, como agir quando ver os animais e te dá o mapa do local. O google maps funciona super bem lá.

Para ajudar no game use aplicativos (Latest Sightings – See more wildlife) onde os turistas marcam quando avistaram algum animal (muitas vezes colocam o ponto do mapa, horário e até fotos). Vale a pena ter o app. OBS. Não pode marcar o RINOCERONTE, já que esses animais sofrem muito com a caça ilegal. Não preciso dizer o óbvio ne?: É PROIBIDO CAÇAR NO KRUGER!

Procure no mapa por áreas com água, os animais sempre estarão por perto!

Dica: leve binóculos ou câmeras com lentes de zoom. Nem sempre os bichos estão à beira da estrada.

IMPORTANTE: respeite o limite de velocidade das estradas e programe seu retorno dentro do limite de horário da portaria. Calcule bem pois há estradas asfaltadas, mas há também estradas de terra.

O animais que vimos nesse safari no Kruger

Dos Big 5 apenas não vimos o leopardo. Mas nos esbaldamos de girafas, elefantes, veados, hienas, leões, búfalos, hipopótamos, pássaros, e outros animais selvagens.

ALERTA – Não deixe de ler esse post até o final pois vou contar nosso “causo” com o elefantes.

No safari no Kruger esteja com sua câmera sempre a postos para não perder o momento. Tiramos muitas fotos, então vou deixar aqui abaixo uma galeria com uma variedade de animais. O texto continua abaixo das fotinhas 🙂

Safari no Kruger à Noite

Para passeios noturnos é preciso pagar um guia e um transporte especializado. Fizemos o safari noturno, mas eu não recomendo. Achei demorado e tedioso (até dormi, kkk). Acabamos vendo os mesmos animais que já tínhamos visto de dia e a visibilidade é bem prejudicada apenas com o farolete do guia.

Hospedagem para um safari no Kruger

Para fazer o safari no Kruger você vai precisar de mais de 01 dia, já que o parque é muito grande (19,633 km²). Você pode se hospedar dentro ou fora do parque Kruger. Se for se hospedar dentro faça com bastante antecedência pois as vagas se esgotam muito rápido.

LEMBRE-SE – ao se hospedar dentro do parque você não poderá ficar circulando em qualquer horário. Os portões do parque e das hospedagens fecham no entardecer, variando com a época do ano. (consulte o  fechamento do seu portão no site https://www.sanparks.org/parks/kruger/get_there/gates.php). Você PRECISA estar lá dentro no horário, senão pode ser barrado ou até mesmo multado.

Mas onde vou jantar?
Não se preocupe as hospedagens de um safari no Kruger tem uma ampla infraestrutura como lojas, minimercados, restaurantes e até fast foods.

Há também espaço para fogueiras e churrasqueiras, mas você precisa levar os acessórios.

Como se hospedar dentro do parque Kruger?

Primeiro você precisa escolher o “Campo” onde vai se hospedar. É nesse campo que você vai passear a noite, jantar, dormir,  fazer amigos e compartilhar experiências. As opções são:
BERG-EM-DAL/ CROCODILLE BRIDGE/ LETABA / LOWER SABIE/ MOPAN/OIFANTS/ORPEN/PRETORIUSKOP/PUNDA MARIA/ SATARA/ SHINGWEDZI / SKUKUZA

Mapa do rest camp Pretouriuskop. Fonte: https://www.sanparks.org/parks/kruger/camps/pretoriuskop/tourism/map.php

Nossa experiência foi no Pretoriuskop e foi muito boa. Para ver as opções acesse o site https://www.sanparks.org/parks/kruger/# , selecione “select a camp” > “Main rest camps “.

Segundo passo: escolher o tipo de acomodação. As opções vao desde vagas para motorhome, acampamento, tendas, quartos com banheiro privativo ou com banheiro compartilhado do camping, casas de famílias e casas de luxo. Aí vai da sua necessidade e do seu bolso.

Quanto for pesquisar no site, em cada “CAMPO” você pode ver os tipos de acomodações e os valores médios. O site não é muito fácil, mas com paciência dá certo. Tem uma aba para você verificar a disponibilidade da data que precisa também.

Dica legal: Em cada “Campo” você encontra a informação de quais animais você vai ver ali por perto. Isso ajuda muito no game. Você pode entrar em qualquer “Campo” durante o dia (usar os banheiros, restaurantes, lanchonetes, loja de souvernirs), mesmo que não esteja hospedado no parque.

Loja no Pretoriuskop

Como se hospedar fora do parque Kruger?

Nos arredores do safari no Kruger tem muitos hotéis, vários até bem elegantes e com valores acessíveis. Essas hospedagens ficam em pequenas cidades ou até mesmo vilas em volta da reserva.

Ponto positivo – Bons preços, boa estrutura, facilidade de reservar, liberdade para sair de carro.

Ponto Negativo – Ter que esperar a portaria do parque abrir e percorrer, às vezes, vários kms para acessar regiões mais distantes da reserva ambiental.

Época para fazer safari no Kruger

Fomos no inverno e recomendamos esse período por ser mais seco e a vegetação ficar menos densa. Assim é possível encontrar os animais com maior facilidade. Além do maravilhoso pôr-do-sol que você vai vivenciar nessa estação. A vegetação fica na tonalidade palha, bem característico dos safaris.
Leve roupa de frio. Pra ter ideia em Johanesburgo pegamos 4 graus.

Experiência com os elefantes

Vimos várias manadas de elefantes durante os dias que estivemos no safari no Kruger, mas um desses “encontros” foi um tanto assustador.

Dirigíamos nosso carro por uma estrada quando avistamos um grupo grande de elefantes andando em nossa direção. Paramos. Atrás de nós outros carros pararam, nos impedinde de regressar na estrada. Os elefantes se aproximavam e resolvemos “estacionar” o carro mais de lado, para deixar a estrada livre para eles passarem.

O problema foi que paramos exatamente onde eles queriam fazer a curva, adentrando pela mata. Como resultado, as fêmeas adultas (enoooorrmes) ficaram nervosas procurando onde passar, mas por fim “abriram”outro caminho na mata. No entanto, os filhotes se confundiam e isso deixava as mães nervosas. E com certeza você não vai querer ver uma elefanta irritada.

Um dos filhotes, mais curioso, chegou bem perto do carro, o que fez as orelhas da mãe dele se sacudirem e ela marchou em nossa direção. Por um momento achamos que iríamos aparecer naqueles vídeos onde os elefantes lançam os carros ao alto como brinquedos. Mas, graças a Deus, ela só pegou umas pedras com a tromba e jogou ao chão, brava com o filhote e colocando-o de volta na trilha improvisada.

Filhote curioso

Se algo do tipo acontecer com você, faça como nós. Nós seguimos as orientações do guarda: parar e aguardar, não avançar o carro, correr ou tentar dar ré, pois isso assustaria ainda mais os animais. Fazer safari no Kruger é ter histórias para contar. Deixe suas experiências nos comentários desse post.

Mais post sobre a África do Sul em:

http://www.fuinamala.com.br/category/africa/africa-do-sul/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *